Encontrada área do cérebro associada ao Narcisismo

 Narcissists' lack of empathy tied to less gray matter


Narcisismo 

 

Pesquisadores descobriram que as pessoas com transtorno de personalidade narcisista têm menos massa cinzenta na ínsula anterior esquerda, uma região do cérebro ligada à empatia.O transtorno de personalidade narcisista é um transtorno mental em que os doentes têm um senso inflado sobre sua própria importância e possuem uma grande falta de empatia para com os outros. Eles geralmente possuem uma autoestima elevada e sentimentos de que os outros são inferiores sobrando-lhes muita arrogância e vaidade. 

Para o estudo, os pesquisadores utilizaram ressonância magnética (MRI) para mapear o cérebro de 34 participantes, incluindo 17 indivíduos que sofrem de transtorno de personalidade narcisista, e descobriu que os narcisistas patológicos têm menos massa cinzenta em uma parte do córtex cerebral chamada anterior esquerda insula.
A massa cinzenta é constituída principalmente de corpos celulares de neurônios e células cerebrais não-neuronais que fornecem nutrientes e energia para os neurônios, em vez de enviar e receber informações.


Um dos traços característicos dos narcisistas patológicos é a sua clara falta de empatia, disse Stefan Röpke, MD, professor do departamento de psiquiatria da Charité - Universitätsmedizin em Berlim, na Alemanha. Os pacientes com este transtorno são capazes de reconhecer o que os outros sentem e pensam, mas aparentemente mostram pouca compaixão.A região da insula anterior esquerda do cérebro, geralmente associada com o envolvimento com o funcionamento cognitivo e a regulação da emoção, também foi amarrada com a compaixão e empatia.


"Essa já era uma região associada a empatia, mas, pela primeira vez, fomos capazes de mostrar que está estruturalmente ela está correlacionada no cérebro", Sid Röpke.Os investigadores descobriram que o grau em que uma pessoa foi capaz de exibir empatia foi ligada à quantidade de matéria cinzenta do cérebro, tanto em indivíduos saudáveis ​​bem como em pacientes com desordem de personalidade narcisista.



Os resultados sugerem que, independentemente de transtornos de personalidade, a ínsula anterior esquerda desempenha um papel importante no sentir e expressar compaixão, Röpke disse."Estes resultados são importantes porque fica muito bem com as nossas teorias de transtorno de personalidade narcisista", disse Röpke.

Em estudos futuros, os pesquisadores vão investigar como o volume de massa cinzenta no córtex cerebral afeta o intercâmbio entre as diferentes regiões do cérebro. Desta vez, eles vão usar a ressonância magnética funcional para estudar as funções da ínsula anterior esquerda e como várias redes do cérebro diferem em pacientes com o transtorno."Não é apenas uma região ou localidade do cérebro que é responsável pela empatia", disse Röpke. "Queremos entender como essa região funciona e o que acontece quando ele não funciona bem."


 ( via psychcentral.com ) e disclose
Share this article :
 
Reações: 

Postar um comentário

 
Support : Creating Website | Johny Template | Mas Template
Copyright © 2011. Diversão, informação e muito mais... - All Rights Reserved
Template Created by Creating Website Published by Mas Template
Proudly powered by Blogger